7 de nov de 2010

A lição da borboleta


"Um dia, uma pequena abertura apareceu num casulo e um homem ficou observando o esforço da borboleta para fazer com que o seu corpo passasse por ali e ganhasse a liberdade. Por um instante, ela parou, parecendo que tinha perdido as forças para continuar. 
Então, o homem decidiu ajudar e, com uma tesoura, cortou delicadamente o casulo. A borboleta saiu facilmente. Mas, seu corpo era pequeno e tinha as asas amassadas. 
O homem continuou a observar a borboleta porque esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e ela saísse voando. Nada disso aconteceu. A borboleta ficou ali rastejando, como corpo murcho e as asas encolhidas e nunca foi capaz de voar! 
O homem, que em sua gentileza e vontade de ajudar, não compreendeu que o casulo apertado e o esforço eram necessários para a borboleta vencer essa barreira. 
Era o desafio da natureza para mantê-la viva. O seu corpo se fortaleceria e ela estaria pronta para voar assim que se libertasse do casulo. Algumas vezes, o esforço é tudo o que precisamos na vida. Se Deus nos permitisse passar pela vida sem obstáculos, não seríamos como somos hoje. 
A força vem das dificuldades, a sabedoria, dos problemas que temos que resolver. 
A prosperidade, do cérebro e músculos para trabalhar. 
A coragem vem do perigo para superar e, às vezes, a gente se pergunta: não recebi nada do que pedi a Deus. Mas, na verdade, recebemos tudo o que precisamos. E nem percebemos".

‘Se Deus permitisse que passássemos pela vida sem nenhum obstáculo ou dificuldade, sem ter que vencer nenhuma barreira, Ele nos deixaria como que atrofiados, incapazes de vôos mais altos.
É por isso que, na oração, nem sempre recebemos exatamente o que pedimos...
Eu pedi força... e Deus me deu dificuldades para superar e, assim, me fortalecer.
Eu pedi sabedoria, conhecimento... e Deus me deu problemas para resolver.
Eu pedi prosperidade, solução para problemas materiais... e Deus me deu capacidade para trabalhar. Eu pedi saúde, cura... e Ele me deu forças, paciência, compreensão e esperança.
Eu pedi coragem, disposição... e Deus me deu perigos para enfrentar e superar.
Eu pedi favores, facilidades... e Deus me deu oportunidades.
Eu pedi carinho e amor... e Deus me deu pessoas com quem conviver.
Na minha oração eu não recebi nada do que pedi... mas sim, tudo o que precisava!”

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário