10 de out de 2011

Saber Ser



Comer devagar. Se arrumar ouvindo música. Cantar.
Dançar sem cansar. Beijar com vontade. Abraçar apertado. Amar a noite inteira. Ler um livro. Copiar na agenda as frases mais lindas.
Não esquecer datas importantes. Distribuir sorrisos. Poetizar.
Poder lembrar-se dos bons momentos sem que doa. Nostalgia.
Oração. Sem demagogia. Viver o que diz. Falar o que condiz.
Torcer pela felicidade daqueles que amamos. E aceitar a felicidade daqueles que nos fizeram mal. Ser feliz. Por dentro. 
Sem precisar provar nada a ninguém.
Perdoar. Pedir perdão. Esquecer. Lembrar pra sempre.
Bem-querer. Perder algumas horas com futilidades. Saber separar quem vale a pena de quem nunca valeu um minuto da sua vida.
Amar e se deixar ser amada. Se amar, mesmo sem um amor. Viver o hoje. Acreditar no amanhã. Sorrir com o ontem.
Ser transparente. E aceitar o que é. Tentar corrigir os defeitos. E se orgulhar das qualidades. Elogiar quem merece. Aceitar elogios. Sorrir todos os dias. Chorar quando sentir vontade.
Tirar da vida as melhores coisas que ela oferecer. Aprender com as piores. E ser. Na essência. Na verdade. No olhar que fala. 
De alma tranquila e coração aberto.
E de consciência sempre em paz.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário