1 de nov de 2011

Pensamentos...




Pensamentos, como cabelos, também acordam despenteados. (…) E às vezes também não há água, mão, nem pente, gel ou xampu capazes de domá-los. 
Caio Fernando Abreu
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário